Vem aí na Netflix: O Salário do Medo, remake de clássico francês

Elenco principal de Salário do Medo, remake da Netflix de filme francês de 1953
Elenco principal de Salário do Medo, remake da Netflix

Para quem gosta de obras antigas com novas versões, a Netflix confirmou o lançamento de um remake de um clássico do cinema francês. O Salário do Medo (título original: Le Salaire de la Peur) estreia no serviço de streaming em 29 de março. Um teaser da obra já foi liberado pela empresa.

A versão original do longa entrou em cartaz em 1953, ano que ganhou a Palma de Ouro em Cannes. O suspense em preto e branco, com nota 8,2 no IMDB, é considerado uma “obra-prima” por alguns amantes do cinema francês. Dirigido pelo cineasta Henri-Georges Clouzot (1907-1977), tem no elenco principal Yves Montand (1921-1991), Charles Vanel (1892-1989), Peter van Eyck (1913-1969) e Folco Lulli (1912-1970).

O Salário do Medo acompanha quatro homens dispostos a correr riscos insanos. Eles transportam caminhões cheios de nitroglicerina para ganhar um bônus substancial. Diante do perigo, alguns mostrarão coragem e outros covardia.

Cena de O Salário do Medo, filme de 1953
Cena de O Salário do Medo, filme de 1953

Quando foi lançado, este thriller de Clouzot foi um triunfo ao atrair cerca de sete milhões de espectadores aos cinemas. A crítica, tão entusiasmada quanto o público, encheu-o de prêmios. Além dos dois prestigiosos prêmios do Festival de Cinema de Cannes, o filme ganhou o Urso de Ouro em Berlim e o Prêmio Méliès.

Trecho de reportagem do jornal francês Le Figaro

O Salário do Medo em remake da Netflix

Na Netflix, Salário do Medo estreia em 29 de março. Dirigido por Julien Leclercq (de Carga Bruta e A Sentinela), o remake tem no elenco Sofiane Zermani, Alban Lenoir, Ana Girardot, Birol Tarkan Yildiz e Franck Gastambide.

Sinopse oficial

No meio do deserto, perto de um campo de refugiados, um poço de petróleo pega fogo e coloca em risco a população. Após mandar especialistas ao local, a empresa que opera o local descobre que só existe uma solução para evitar a catástrofe. Eles vão detonar o poço com nitroglicerina em até 24 horas.

Em troca de muito dinheiro, uma equipe é enviada para transportar 200 quilos de explosivos por 800 quilômetros em dois caminhões.

A equipe de O Salário do Medo agora tem menos de 20 horas para chegar ao poço de petróleo, atravessando áreas dominadas por rebeldes armados e campos minados, além de dirigir dois caminhões repletos de explosivos em um terreno acidentado. Começa a corrida contra o tempo no novo filme da Netflix.

Vinícius Andrade
Criador do Crônicas do Agora. Jornalista que trabalha com foco em SEO e na criação de conteúdos para diferentes plataformas. Interessado em boas conversas, textos e histórias. Já foi editor do Notícias da TV, além de ter atuado como social media, roteirista e produtor ao longo da carreira de mais de 11 anos. E-mail: viniandrade@cronicasdoagora.com.br
Últimas notícias
Séries e TV

Conheça os 10 participantes do Largados e Pelados Brasil 2024

Agora

Procon-SP analisa mudança de plano vitalício após estreia da Max